graphics card reviews | graphics card comparison |

new journalism agora é outra coisa

Infografias sobre a ocupação da polícia no RJ

Infografias sobre a ocupação da polícia no RJ

A mídia já assumiu que o Rio de Janeiro está em guerra. Guerra no Rio, Rio sob Ataque, Guerra ao Narcotráfico e outras chamadas parecidas puderam ser vistas na TV, jornais e sites de notícia durante a ocupação que a polícia, exército

e outras forças militares realizaram no final de novembro de 2010 no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro. Vale refazer uma pergunta que passa despercebida a muitos jornalistas nestes momentos, apresentada por João Paulo Charleaux em um curso do Comitê Internacional da Cruz Vermelha:

quais as implicações de chamar as situações de violência que existem no Brasil de “guerra”? Guerra, guerra do tráfico, guerra do Rio, guerra das favelas, guerra de facções, guerra contra o crime, guerra no morro e todos os seus similares.

A resposta é complexa, e traz implicações bem importantes, muito além da correção semântica. (a saber, o que ocorre no Rio não é uma guerra, que é um conflito armado entre as forças armadas de dois ou mais países – e onde vigoram leis diferentes daquelas vigentes em cada um dos países envolvidos: as Convenções de Genebra de 1949 e seus Protocolos Adicionais, por exemplo).

Sobre infografias

Alguns infográficos foram publicados ainda durante os dias de conflito nos morros cariocas. Quase todos pautados em mapas e linhas do tempo, mostrando o dia-a-dia da luta entre policiais e traficantes. Como todos mostram quase a mesma coisa, fica fácil se destacar com algo diferente. O iG e o G1 foram dois que fugiram deste roteiro.

iG

No iG, houve dois materiais relacionados à operação. Um mostrando como é por dentro um Caveirão, o veículo blindado usado pelo BOPE. O outro compara as armas da polícia e do tráfico. Ambos, porém, foram feitos antes da operação e relacionados em matérias durante o ocorrido – o que é bem recomendável, aliás.

Estadão


O Estadão investiu em um mapa e em uma linha do tempo. Úteis para ter uma dimensão dos ataques, principalmente no mapa.

G1

O G1 apresentou linha do tempo, mapa e uma avaliação de um especialista, ao mesmo tempo, nesta infografia. Além da localização via GoogleMaps, um instrutor da Swat analisa cada cena, dando detalhes que não caberiam em um balão dentro das marcas do mapa. Experimentação bastante interessante.

Por Felipe Lavignatti e Andre Deak

No comments

Trackbacks/Pingbacks

  1. Mapa Infográfico para a História do Design Gráfico « Chão de Papel - [...] propósito, vale a pena registar as infografias sobre a intervenção policial e militar no Rio de Janeiro. Posted …
  2. Infografia Multimídia | Blog da disciplina Jornalismo Multimidia - [...] Jornalismo Digital.org » Infografias sobre a ocupação da polícia no RJ_Jornalismo Digital.org* [...]

Leave a Reply