Novos jornalistas do Brasil

Muitos dos posts que estão publicados neste site foram uma maneira de compartilhar minha pesquisa de mestrado, que investigava justamente o jornalismo digital, ou mais especificamente e como gostam os alguns acadêmicos, o ciberjornalismo. Eu, por certa birra, chamei só de jornalismo na internet.

Compartilho agora o resultado da pesquisa que levou esses dois anos mais ou menos. Devo publicar, num outro post, um resumo do que escrevi, mas já adianto aqui algumas coisas que, quem estiver a fim de ler com mais calma, vai encontrar na conclusão.

Eu buscava na pesquisa quais seriam as novas categorias de trabalho de jornalistas que estão na ponta de um processo de convergência. Fiz uma categorização – que certamente será alvo de polêmica, como já foi na banca e em conversas de bar – que chegou a estes novos profissionais brasileiros:

o jornalista-programador

o jornalista especialista em bancos de dados

o jornalista multimídia

o gestor de mídias sociais

o produtor web

o jornalista empreendedor

Mais detalhes, por hora, você encontra no trabalho abaixo, mas prometo em breve publicar um post-resumo do que seria isso tudo.

 

7 respostas para “Novos jornalistas do Brasil”

Deixe um comentário